Inicial > JORNAL DEROLÉ > Agetran é criada em Dourados para dar mobilidade ao trânsito

Agetran é criada em Dourados para dar mobilidade ao trânsito

Por Wender Carbonari

O projeto de lei que cria a Agência Municipal de Transporte e Trânsito de Dourados (Agetran) teve sua redação final aprovada na Câmara de Vereadores no último dia 5 de setembro. A Agência ficará responsável em criar ferramentas necessárias para melhorar a mobilidade no trânsito da cidade e deve começar a atuar já no próximo ano.

O Diretor do Departamento de Trânsito, Jonecir Ferreira, comenta que o grande desafio da Agetran será de consertar e realizar serviços que deveriam estar prontos há anos em Dourados. Feito isso, a meta deve ser de planejar melhorias para o setor, tanto a longo quanto a curto prazo. Ele acredita que o incentivo ao transporte coletivo e a padronização dos taxistas e moto taxistas devam ser um dos pontos fortes do órgão.

“A tendência é que se tenha mais autonomia para resolver os problemas do setor. Pelo número de habitantes, Dourados já comporta agência desse seguimento” comenta o Diretor do Departamento de Trânsito de Dourados.

Agetran contará com seis cargos em sua administração. Conforme costa no quarto artigo do projeto de lei da Agência, a Diretoria Executiva será composta pelos seguintes membros:

I – Diretor Presidente;

II – Diretor do Departamento de Planejamento e Controle Interno;

III – Diretor do Departamento Administrativo e Financeiro;

IV – Diretor do Departamento de Transportes e Trânsito;

V – Diretor do Departamento de Terminal Rodoviário;

VI – Diretor do Departamento do Aeroporto;

O sexto artigo define que estes cargos serão de livre nomeação do Prefeito Municipal. Os outros servidores devem ser admitidos mediante concurso público de provas e títulos.


Rotatória de Dourados podem ser retiradas para que sejam instalados semáforos - Foto: Wender Carbonari

Recursos

Os recursos que serão utilizados para as ações da Agetran serão disponibilizado pelo Fundo de Transporte e Trânsito de Dourados (Funtran) que deverá arrecadar a verba através de cobranças de taxas de embarque, taxas de estacionamentos, taxas de emissão de documentos, tarifas operacionais, multas, entre outros.

O parágrafo único do sexto artigo do projeto de lei define que “as receitas do Fundo serão depositadas obrigatoriamente em uma conta especial, em agência bancária oficial. Esse fundo será gerido por um Conselho Gestor, que deverá fiscalizar os recursos usados pela Agetran”.

Conserto e construção de Semáforos - Foto: Wender Carbonari

Para o tio da biscicleta não muda nada.. ele não respeita o semáforo mesmo - Foto: Wender Carbonari

Anúncios
Categorias:JORNAL DEROLÉ
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: