Início > JORNAL DEROLÉ > Curtas – Política

Curtas – Política

Por Wender Carbonari*

 

 

E o Gegê?

Não teve jeito. A pesquisa realizada pelo PMDB regional apontou o deputado federal, Marçal Filho, como o mais bem cotado entre os integrantes do partido a tentar tirar Murilo Zauth (PSB) do poder. E o Geraldo Resende? Saiu por cima, claro. Fez questão de construir a imagem de “defendo meu partido” e diz que está apenas “adiando” seu “sonho” de ser prefeito.

 

 

E agora Gegê?

Em seu artigo publicado em jornais da cidade Geraldo fez questão de destacar a tal pesquisa de opinião como principal meio de escolha do partido para disputar as eleições municipais. “Falei do meu desejo de postular a indicação e de que tal decisão ocorreria com base em pesquisas qualitativas e quantitativas que estavam em curso”. Foi isso mesmo? Será que ninguém se lembra dos releases publicados em jornais em que o parlamentar já se postava como candidato a prefeito Dourados?

 

 

94 razões

Mas isso tudo é passado. Marçal Filho, “na última volta da corrida”, ultrapassou seus concorrentes e vai tentar conquistar a maioria dos votos douradenses para comandar pelos próximos quatro anos a segunda maior cidade do Estado. Dourados terá 94 razões para votar no deputado, já que a sua rádio vem sendo utilizada, constantemente, para destacar falhas na administração de Zauith e assim ganhar pontos para a oposição, o PMDB. O Povão tem que ficar esperto com o que será veiculado nos veículos de comunicação da cidade da que para frente.

 

 

Confusão

Falando em tomar cuidado, na tarde da última quinta-feira (18) os mais atentos às notícias circuladas nos sites regionais ficaram confusos. Site de Itaporã publicou “aquela bomba” acusando o prefeito de Dourados de não cumprir acordo com indígenas e, como é de costume, outros sites também ajudou a propagar a tal informação.

 

 

Patrola

O primeiro site postou a matéria lá pelas 9 horas. Veículos de Dourados publicaram a reportagem no começo da tarde. O problema (que na verdade era a solução) é que às 15 horas a patrola já estava na aldeia e Assessoria de Comunicação da prefeitura não perdeu tempo e  mandou releases aos veículos que publicaram imediatamente a informação totalmente avessa a primeira.

 

 

Especulações

Há quem diga (colunas de jornais impressos de Dourados) que o site de Itaporã tinha interesse em denegrir a imagem de Zauith. É mais fácil atacar o site minúsculo da cidade vizinha e defender o prefeito “grandão”, não é? Que coincidência a prefeitura decidir cumprir o acordo logo após o site espalhar essa “especulação”. O prefeito atendeu os pedidos indígenas, mas somente depois de haver muita pressão. E olha que se tratava de apenas uma patrola, nem o óleo diesel era necessário.

 

 

Poderiam ser rápidos assim para atender a imprensa quando o assunto trata de questões que não interessa a administração.

 

*Estudante de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: