Início > JORNAL DEROLÉ > Despretensiosamente

Despretensiosamente

Por Wender Carbonari.*

“Para Nooossa alegria”. Até esses dias não falavam em outra coisa. O garoto anônimo fez ‘sucesso’ após postar um vídeo tosco na internet. Mais recentemente, as redes sociais estavam lotadas de “posts” atacando ou apoiando o Sport Clube Corinthians na copa Libertadores da América. “O Brasil está dividido entre corintianos e os ‘Anti-corintianos’”, esqueceram da “massa” que defeca para estas discussões. Faz pouco tempo, o Orkut era febre. Os mesmos que usavam a plataforma, agora condenam os que insistem em usar a rede social que foi tão popular no Brasil.

São modas que passam. Tanta gente se preocupa muito, se dedica a discutir e xingar até a própria mãe, por algo passageiro, na maioria das vezes, inútil e distante da realidade da maioria dos brasileiros. Poderia escrever mais 50 mil caracteres citando exemplos de modas que passaram. Você ainda gosta da “dança do creu” ou do “Rebolation”? Não? Porque? Já sei, porque não está na moda não é?

A modalidade esportiva Mixed Martial Arts, ou MMA, é a nova ‘badalação’ dos brasileiros. Essa modinha (porque, falando de maneira generalizada e superficial, o brasileiro nunca gostou de assistir lutas) vem acompanhada de um tempero preocupante. Há quem acredite que torcer pelo Anderson Silva e se mostrar ‘indignado’ com os ataques forçados do lutador americano, Sonnen, contra nossa “pátria amada, idolatrada, salve, salve” é ser patriota. Desnecessário dizer que esta “briga” não passa de uma estratégia para conquistar adeptos a esse esporte. Verdade, esqueci que falávamos de esporte. MMA é uma luta, uma modalidade desportiva, não briga de rua.

Muita pretensão de um blog com o nome Jornal de Rolé dizer o que as pessoas devem ou não fazer, devem ou não escutar, devem ou não assistir. Mas, despretensiosamente, esse blog aconselha as pessoas a não se dedicarem tanto a coisas que desaparecem em um mês. Tecnologia? Dinâmica? Geração digital? Era da informação? Faz uns dias, passei a tarde inteira sentado no gramado do Parque do Lago conversando com uma amiga. Não estava conectado no Face para “comemorar” a chegada da sexta-feira, meu celular estava desligado, não tinha ipod, iped, ifone, nem tablet por perto. E eu estava feliz.

*Estudante de Comunicação Social com habilitação em jornalismo.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: