Inicial > JORNAL DEROLÉ > Demagogia ambiental

Demagogia ambiental

Árvores cortadas em frente a Escola Estadual Presidente Vargas

Árvores cortadas em frente a Escola Estadual Presidente Vargas

Por André Bento*.

Uma denúncia feita pelo Comitê Regional de Defesa Popular reforça o quão demagogo é o prefeito de Dourados, Murilo Zauith (PSB). Ao menos no que se refere à preservação ambiental, fica claro que o mandatário é adepto ao discurso vazio e completamente distante da prática.

As sibipirunas e ipês derrubadas em frente à Escola Presidente Vargas – que geraram a denúncia do Comitê – tombaram com a conivência da administração municipal. Portanto, não é admissível dissociar a postura do atual chefe do Executivo da degradação ambiental que toma conta do município. Isso já foi ilustrado no Blog do Bento no encerramento da Semana Nacional da Árvore, quando Zauith posava para fotos plantando mudas enquanto ao menos uma dezena de árvores era cortada em frente à sede da Enersul.

Essa situação escancara a demagogia ambiental do prefeito de Dourados, sobretudo quando lembramos que no dia 14 de junho ele encaminhou à Câmara de Vereadores o projeto de lei nº 12/2013, “determinando que as concessionárias de veículos e máquinas agrícolas plantem uma árvore a cada veículo zero quilômetro vendido em Dourados”.

Tamanha incoerência do mandatário nem surpreende mais. Tanto que o projeto ambientalmente louvável parou nas discussões com o empresariado. Nesse ritmo, ao fim da gestão Zauith Dourados certamente terá perdido o posto de 27º município mais arborizado do Estado e 590º do país, de acordo com o Censo do Entorno 2010 elaborado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Quando o IBGE fez esse levantamento, constatou que 96,9% dos domicílios douradenses tinham “árvore por perto”. Não é possível dizer o quanto esse índice caiu. Mas é certo que a demagogia ambiental do prefeito tem tornado a cidade menos verde. Ao redor da sede da Enersul e da Escola Presidente Vargas, o IBGE não encontrará “árvore por perto” tão cedo. É lamentável.

*Jornalista.

Anúncios
  1. Maria Fernanda Silva Garcia
    novembro 20, 2013 às 1:19 pm

    Dourados se transformou nos últimos meses em um “desmatamento urbano”, como nunca antes visto!!!!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: