Início > JORNAL DEROLÉ > Bukowski, no livro “Misto Quente” ou “Ham on rye”

Bukowski, no livro “Misto Quente” ou “Ham on rye”

Jimmy sentou ao meu lado. O diretor estava discursando e realmente ia ao fundo daquele velho barril de merda.
– A América é a grande terra das oportunidades, e qualquer homem e mulher que tiver disposição para trabalhar se dará bem na vida…
– Lavador de pratos – eu disse.
– Homem da carrocinha – disse Jimmy.
– Ladrão – eu disse.
– Lixeiro – disse Jimmy.
– Enfermeiro num hospício – eu disse.

– A América é corajosa, a América foi construída por gente de coragem… A nossa sociedade é justa…
– Justa para uns poucos – disse Jimmy

– …uma sociedade correta, e todos aqueles que procuram pelo sonho ao final do arco-íris irão encontrar…
– Um cú preto e cabeludo – sugeri.

hamonrye1 (1)

Os melhores estudantes receberam seus diplomas primeiro. Foram sendo chamados. Abe Mortenson estava entre eles. Pegou o canudo. Aplaudi.
– Onde ele vai terminar? – perguntou Jimmy.
– Cortador em uma fábrica de peças automotivas manufaturadas. Em algum lugar perto de Gardena, Califórnia.
– Um emprego pra vida toda… – disse Jimmy.
– Uma esposa pra vida toda… – acrescentei.
– Abe nunca será miserável…
– Nem feliz.
– Um homem obediente…
– Um pau-mandado.
– Uma múmia…
– Um covarde.

Bukowski, no livro “Misto Quente” ou “Ham on rye”

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: